Aviso Legal

Para dar cumprimento com o estabelecido na Lei 34/2002, de 11 de julho, de Serviços da Sociedade da Informação e de Comércio Electrónico, a seguir indicam-se os dados de informação geral deste sitio site:

Titular: VIAJES LUNIEL, SLU (em adiante "CentraldeVacaciones").
Direcção: Cl. Colón 65. 16002 - Cuenca - Espanha

Contacto: info@centraldevacaciones.com o 308 805 708
Horário comercial:: de 08:30h a 14:00h y de 15:00h a 19:00h (Segunda-feira | sexta-feira) / de 09:00h a 12:30h (Sábados)
Datos Registrales: Registro Mercantil de Cuenca en el Tomo 607, Libro: 0, Folio 98: Hoja: CU-9024, Inscripción: 1.
CIF: B-16295917.
Nº licença de agência de viagens: CICLM-16431-m

Segurança em sua contratação:

Póliza de Caución vigente de protecção para nossos clientes com capital assegurado de 60.101,21€ contratada com a seguradora Catalã Occidente, e que em caso de insolvência, podem contactar com Turismo de Castilla la Mancha para realizar os trâmites oportunos. A póliza de caución é: N-5.972.304-D a favor da Delegação de Turismo e Artesanato de Castilla la Mancha, NIF: S-0911001-D e direcção: Av. Irlanda 14 com código postal 45005 de Toledo.

Quanto à Responsabilidade Civil a póliza contratada também é com Catalã Occidente com número de póliza N-5.972.592-X e dispõe de uma cobertura em base a:

Responsabilidade Civil de Exploração: 600.000€

Responsabilidade Civil Directa: 600.000€

Responsabilidade Civil Subsidiaria: 600.000€

Responsabilidade Civil por Daños Patrimoniales Primarios: 600.000€

Límite máximo por siniestro de indemnização por víctima: 300.000€

Límite máximo por siniestro de indemnização por vícitima en R.C. patronal: 150.000€

Neste site, incluindo o conjunto de páginas web na mesma, (doravante "Website") pertence à Central de Vacaciones, através do qual os usuários ou clientes dos mesmos (doravante, "Usuário" ou "Usuários") pode acesso a várias informações e serviços sobre viagens e turismo.

Todo o acesso a este Website está sujeito a todas e a cada uma das presentes Condições Gerais de Utilização do Sitio Site (em adiante, "Condições Gerais"), na versão publicada e vigente no mesmo momento em que o Utente aceda ao Website . Por tanto, é obrigatório que o Utente leia atenciosamente as Condições Gerais dantes de utilizar o Website , bem como as condições particulares que, se for o caso, complementem modifiquem ou substituam às Condições Gerais em relação com determinados serviços e conteúdos do Website , dado que as mesmas poderiam ter sofrido modificações desde a última vez que acedeu ao mesmo.

O Utente declara que é maior de idade e tem a capacidade legal para adquirir os serviços oferecidos através do Website .

Fica proibido o acesso ao Website aos Utentes que residam em jurisdições nos que seu conteúdo esteja não autorizado.

1. CONTRATAÇÃO DE SERVIÇOS A TRAVÉS DO WEBSITE

Este site é destinado ao consumidor final, e só podem ser utilizados para coletar informações para fazer uma compra na mesma, não permitindo a sua utilização para outros fins sem o expresso consentimento por escrito do proprietário deste site.

Com limitadas, mas não limitado a, não é permitido:
a) usar o site de violação do direito práticas geralmente aceites, boa fé e ordem pública.
b) utilizar o site para fins prejudiciais contra CentraldeVacaciones ou de terceiros, ou que possam, de qualquer forma possam danificar ou impedir o normal funcionamento do site.
c) Preencha os programas susceptíveis de causar danos à CentraldeVacaciones sistemas de computadores da empresa que prestam serviços de turismo e viagens (a seguir "prestador de serviços"), fornecedores ou utilizadores de redes de terceiros grade interna ou website.
d) Incluir informações no site ferramentas de busca comparar preços.
e) O acesso ao site por um robô, aranha ou qualquer ferramenta ou programa de busca automatizada.
f) a realização de pesquisas em massa em proporção às compras realizadas no Website.
g) Realizar aplicações ou aquisição especulativa, falsa ou fraudulenta.

Sem limitar o precedente, CentraldeVacaciones reserva-se o direito de recusar a qualquer momento, sem aviso prévio e sem qualquer compensação, o acesso ao site, para os usuários que violarem estes Termos, ou indivíduos em cada Se aplicável a eles. Se CentraldeVacaciones tiver motivos razoáveis para crer que o pedido foi feito em contravenção com estes Termos serão autorizados a cancelar e informar as autoridades competentes.

Os usuários devem notar que a contratação dos serviços acima é regido por condições ou indivíduos contratuais específicas, de acordo com a legislação aplicável em cada caso, como pode ser determinada por usuários para o prestador de serviços e CentraldeVacaciones.

Em particular, as seguintes condições aplicam-se, em geral:

1.1. Responsabilidad de CentraldeVacaciones

Salvo disposição em contrário, qualquer oferta de bilhetes ou reservar assentos em todos os transportes, reserva de hotéis, empresas de serviços de turismo ou qualquer outro produto ou serviço oferecido por CentraldeVacaciones através do seu site, o fez como mediador na venda. A agência organizadora ea agência será responsável perante o consumidor pela boa execução do pacote de contrato nos termos das obrigações que lhes são impostas pelo seu respectivo pacote de gerenciamento de domínio. A agência organizadora ea agência responder ao consumidor se eles próprios executar benefícios incluídos no pacote como se estivesse segurando seus assistentes ou outros prestadores de serviços. A agência organizadora, que pretende ser o pacote, a responsabilidade por danos causados ao consumidor pela não execução ou má execução dos serviços incluídos no pacote, bem como os danos que vêm da violação de qualquer outra obrigação que corresponde seu campo de gestão de acordo com a legislação aplicável. A agência de varejo, como a venda ou oferta para venda do pacote proposto por uma agência organizadora responsável por danos causados ao consumidor pelos erros cometidos por informar na embalagem, para que não forneça a informação a ser por não ter dado a documentação necessária para a conclusão bem sucedida da viagem e, em geral, por violação de qualquer outra obrigação que corresponda ao seu nível de gestão em conformidade com a legislação aplicável

Faz com que a exclusão de organizadores e varejistas cessarão quando qualquer das seguintes circunstâncias:

  1. Que os defeitos observados na execução do contrato sejam imputáveis ao consumidor.
  2. Que esses defeitos são imputáveis a um terceiro alheio com a prestação de serviços nos termos do contrato e são imprevisíveis ou inevitáveis.
  3. Que os referidos defeitos são motivo de força maior, definido como circunstâncias alheias à parte que invoca conseqüências anormais e imprevisíveis do que teria sido inevitável, apesar de ter agido com diligência.
  4. Que os defeitos são devido a um evento que o varejista ou, se necessário, o organizador, uma vez que, apesar de todo o cuidado, não poderia prever ou evitar.
  5. Centraldevacaciones assume a responsabilidade ante o utente da confirmação da reserva, mas não responde pelo cumprimento em si da mesma, a qual deve de ser realizada pelo provedor dos serviços de alojamento. Se o utente tem confirmado sua reserva de alojamento através de Centraldevacaciones.com e surgir qualquer tipo de controvérsia prévia à prestação do serviço com o provedor do alojamento, por exemplo o hotel, apartamento, casa, etc, Centraldevacaciones.com compromete-se a mediar para oferecer uma alternativa de alojamento de um estabelecimento de igual ou superior categoria. Se o utente decidisse não aceitar a alternativa oferecida, Centraldevacaciones.com como agência minorista realizará o reembolso da quantidade paga da forma mais rápida possível. Centraldevacaciones.com compromete-se a actuar com a máxima diligência para que todos os dados e resultados das buscas que apareçam em seus sites, sejam em todo momento verazes e estejam actualizados. A informação mostrada neste site tem sido devolvida e proporcionada pelos provedores e Centraldevacaciones.com não aceita nenhuma responsabilidade pelas eventuais imprecisões. Se chegado o caso, o utente tivesse pago qualquer quantidade por uma imprecisão da mostra do resultado proporcionado por algum provedor, Centraldevacaciones.com informará ao utente nada mais tenha conhecimento desta situação por parte do provedor e reembolsará com carácter iminente a quantidade paga ao utente por este serviço impreciso para que possa realizar a contratação alternativa, assim mesmo Centraldevacaciones.com se compromete à busca de alternativas reservables através de todos seus provedores para que o utente possa escolher qualquer alternativa se assim o desejasse.
  6. Centraldevacaciones.com oferece diferentes serviços de transporte ao utente, principalmente aéreo, actuando em nome e por conta de transportadoras aéreos. Em nenhum caso poderá interpretar-se que a exploração deste site como um instrumento para a venda directa e em nome próprio de ditos serviços, actuando Centraldevacaciones.com como agente intermediário em todo o caso. Deveres de assistência da agência, a agência organizadora e a agência detallista, apesar de estar isentas de responsabilidade, continuarão obrigadas a prestar a necessária assistência ao consumidor que se encontre em dificuldades. Não existirá o dever de assistência previsto no apartado anterior quando os defeitos produzidos durante a execução do contrato sejam atribuíveis de modo exclusivo a uma conduta intencional ou negligente do consumidor.

Deveres do consumidor de reduzir os danos, em todo o caso, o consumidor está obrigado a tomar as medidas adequadas e razoáveis para tentar reduzir os danos que possam se derivar da não execução ou execução deficiente do contrato ou para evitar que se agravem. Os danos que derivem de não ter adoptado ditas medidas serão por conta do consumidor.

Deveres de assistência da agência, a agência organizadora e a agência detallista, apesar de estar isentas de responsabilidade, continuarão obrigadas a prestar a necessária assistência ao consumidor que se encontre em dificuldades. Não existirá o dever de assistência previsto no apartado anterior quando os defeitos produzidos durante a execução do contrato sejam atribuíveis de modo exclusivo a uma conduta intencional ou negligente do consumidor.

As limitações de responsabilidade em acordos internacionais, onde o desempenho do pacote de contrato são regidos por convenções internacionais, a compensação por danos pessoais e danos resultantes da não execução ou má execução do mesmo estará sujeito às limitações eles estabelecem.

Além disso, CentraldeVacaciones aceitar todas e cada uma das obrigações ou proibições impostas em todos os momentos a legislação atual sobre a exclusão ou limitação da responsabilidade do profissional em cumprir o contrato de corretagem.

A fim de que o usuário pode acessar a comparação dos serviços solicitados, o usuário concorda expressamente que CentraldeVacaciones pode executar por mera papelada com o provedor de serviços, a fim de facilitar a comparação entre os serviços.

1.2. Bilhetes Aéreos

DESPESAS DE GESTÃO

CentraldeVacaciones cobrará, em compra-las de bilhetes aéreos, uma despesa de gestão por passageiro (excetuando aos menores de 2 anos na data de saída do voo, que estão isentos desta despesa). Este custo varia em função de diferentes variáveis, entre elas a forma de pagamento elegida no momento da compra. Uma vez confirmada a reserva, em caso de mudança na forma de pagamento, este custo não poderá ser alterado. Em caso de mudanças ou modificações a petição do Utente, e sempre que as tarifas permitam-no, estes custos aplicar-se-ão novamente. A despesa de gestão não é reembolsável em nenhum caso.

TARIFA "TURISTA COM RESTRIÇÕES, ECONOMY, PROMO, LOW COST"

Quando o comprador elege uma das Tarifas económicas, promocionais, com restrições, etc, salvo indicação expressa, se trata de uma tarifa na que não se permitem mudanças nem cancelamentos nem se contempla reembolso de custo da reserva em nenhum caso. Isto significa que não se permite utilizar o bilhete de maneira diferente ao contratado, incluindo este facto o tratar de utilizar a volta de um voo, sem ter utilizado anteriormente a ida.

DESPESAS POR GESTÃO DE MUDANÇAS, REEMBOLSOSE RE-EMISSÃO

Em todos aqueles reembolsos directos ou indiretos solicitados pelo passageiro, e permitidos pela tarifa aplicada, cobrar-se-á uma despesa de gestão de 20€ por passageiro, adicional ao próprio cargo que pudesse estabelecer a companhia aérea (excetuando os menores de 2 anos, os quais estão isentos deste cargo).

Adicionalmente ao próprio cargo que pudesse estabelecer #cada companhia aérea, em todas aquelas mudanças ou re-emissãos voluntárias solicitadas pelo passageiro, que impliquem mudanças de data, de trajectos dos voos ou de nome, e sempre em caso que sejam permitidos por dita companhia aérea, cobrar-se-á uma despesa de gestão de 20€ por passageiro (excetuando os menores de 2 anos, os quais estão isentos deste cargo). 

MENORES NÃO ACOMPANHADOS

VOOS REGULARES
1.- Definição de Menor:

A efeitos de transporte aéreo, menor é a pessoa que não tem cumprido os 18 anos de idade na data do voo.

  • A instrução número 10/2019 da Secretaria de Estado de Segurança regula o procedimento para outorgar a permissão de viagem fosse do território nacional para menores, estabelece que os menores de 18 anos, não acompanhados por qualquer de seus representantes legais (pais ou tutor/é) em viagens não nacionais, precisarão além do RG ou Passaporte, uma DECLARACION ASSINADA DE PERMISSÃO DE VIAGEM FOSSE DO TERRITÓRIO NACIONAL, a qual poderá ser obtida nas unidades operativas da Direcção Geral da Polícia, Policia civil, de notá-las-ias e dos Prefeitos.
  • INFANT (INF)/BEBE: É o menor que na data do voo ainda não tem cumprido os 2 anos de idade. Viaja sem ocupar assento, acompanhado de uma pessoa maior de 18 anos, pagando uma percentagem variável da tarifa do adulto.
  • CHILD (CHD)/MENINO: É o menor que tendo cumprido os 2 anos de idade, não tem cumprido os 12 anos na data dos voos e viaja sempre acompanhado de uma pessoa maior de 18 anos. Viaja ocupando assento, pagando uma percentagem variável da tarifa do adulto.

2.- Limitações de Menores com cada Adulto:

As companhias de voo regular costumam aceitar por cada passageiro adulto um máximo de:

  • Um BEBE (INF).
  • Um BEBE (INF) y un MENINO (CHD) menor de 5 anos.
  • Dois MENINOS (CHD) menores de 5 anos.
  • Para voar com mais de dois MENINOS (CHD) entre 5 e 12 anos ter-se-á que consultar com a companhia área que se opere
  • Excepcionalmente (sempre terá que consultar com a companhia aérea correspondente) poder-se-á aceitar por cada passageiro adulto, dois BEBES (*INF), sempre que um viagem em braços do passageiro adulto e o segundo numa cadeira de carro aprovada, ocupando o assento contíguo ao passageiro. A tarifa a aplicar para o BEBE que ocupa o assento será a mesma que a de um MENINO (CHD).

3.- Restrições de Menores não acompanhados por um Adulto:

  • Como regra geral, os menores não acompanhados não serão aceites em voos. Não obstante o anterior, as reservas de menores não acompanhados, poderão se solicitar através do Centro de Atenção ao Cliente de CentraldeVacaciones, quem gerirá, caso por caso, a solicitação com a companhia aérea para tentar que com carácter excepcional seja aceite.
  • As solicitações de acompanhantes durante o voo, nunca serão confirmadas em voos que não estejam operados unicamente pela própria companhia aérea.
  • As companhias aéreas aceitarão em cada voo um número máximo de menores não acompanhados e com assistência no voo confirmada antecipadamente. Esta limitação dependerá de cada companhia aérea.
  • Os menores de 5 anos sem cumprir, nunca serão aceites num voo sem ser acompanhados por um adulto, sem poder solicitar em nenhum caso assistência para ditos menores.
  • Para menores entre 12 e 18 anos que voem sozinhos, a destinos INTERNACIONAIS, também terá que solicitar assistência, e/ou uma petição especial de aceitação em ditos voos se a assistência não fosse necessária.

4.- Confirmação de Assistência em Voo para Menores não Acompanhados:

Os menores sem acompanhar serão aceites sempre que cumpram os seguintes requisitos: 

  • Que tenha sido confirmada por parte da companhia aérea anteriormente, a solicitação de assistência para um menor durante o voo.
  • Que uma pessoa adulta acompanhe ao menor ao aeroporto de saída, realize os trâmites necessários para o embarque do mesmo, presente o oportuno descarrego de responsabilidade, e espere até a descolagem do avião.
  • Quando a viagem requeira parada-estadia (com interrupção programada da viagem), será necessário que uma pessoa adulta receba e acompanhe ao menor nestas escalas, encarregando dos trâmites necessários para seu reembarque e esperar até a descolagem do avião. Este ponto dependerá da rota, da companhia que opere os voos, e do tipo de paradas realizadas durante o trajecto.
  • Que um adulto se faça cargo do menor e esteja presente ao aeroporto de chegada à hora prevista de aterragem do voo, identificando ao pessoal da companhia para a recepção do menor.

Todas as petições de menores não acompanhados, terão que se fazer sob petição especial com nossos agentes do departamento de Atenção ao Cliente.

VOOS LOW COST

O regulamento das companhias aéreas de baixo custo, obriga a que todos os menores de 14 de anos viajem sempre acompanhados por um adulto e devidamente documentados com RG e/ou PASSAPORTE. Em caso de incumprimento de dita normativa, a estes menores de 14 anos se lhes negará o embarque aos voos cobertos dentro de COMPANHIAS LOW COST. No caso da companhia aérea Vueling, os menores com idades entre 5 e 13 anos poderão viajar sozinhos mediante a contratação do Serviço de Acompanhamento de Menores (UM), que deverá ser contratado directamente com a companhia aérea.

DESCONTO DO RESIDENTE

O Website permite-lhe reservar on-line bilhetes com desconto residente (só naqueles destinos e companhias aéreas permitidas). Se a reserva realiza-se telefonicamente faz favor relatório a nossos agentes de que é você residente para que lhe seja aplicado o desconto apropriado.

O desconto de residente é aplicável aos cidadãos espanhóis e dos demais Estados membros da União Européia e do espaço económico (Alemanha, Áustria, Bulgária, Bélgica, Chipre, Dinamarca, Eslováquia, Eslovénia, Estónia, Finlândia, França, Grã-Bretanha, Grécia, Holanda, Hungria, Irlanda, Islândia, Itália, Letónia, Liechtenstein, Lituânia, Luxemburgo, Malta, Noruega, Polónia, Portugal, República Checa, Romania, Suécia, Suíça), que crediten a condição de residentes nas Ilhas Baleares, Ilhas Canárias, Ceuta ou Melilla.

O passageiro deverá creditar que é residente mediante a exhibición de seu RG se é espanhol, (para os espanhóis menores de 14 anos que não disponham de RG o certificado da prefeitura no que residam) e do Certificado de Registo emitido pelo Registo Central de Estrangeiros para os cidadãos da União Européia ou do Espaço Económico Europeu (actualmente Noruega, Islândia e Liechtenstein) e Suíça, sempre que esteja vigente e figure o domicílio que dá direito à subvenção. Algumas companhias aéreas exigem ademais um certificado de registo para creditar a condição de residente. Os residentes em cujo RG não figure o domicílio que dá direito à subvenção ou para os menores que não tenham RG, deverão exibir o Certificado de Registo emitido pelo Registo Central de Estrangeiros.

Se o passageiro não creditase no momento de facturação ou embarque sua condição de residente, a companhia aérea não permitir-lhe-á viajar com o bilhete subvencionado

A quantia, legalmente estabelecida, da bônus das tarifas nos serviços regulares de transporte aéreo e marítimo para residentes, aplicar-se-á nos trajectos directos, já sejam de ida ou ida e volta, entre as Comunidades Autónomas de Canárias, de Ilhas Balears ou as Cidades de Ceuta e Melilla, com o resto do território nacional, respectivamente, bem como nas deslocações entre ilhas.

Considera-se trajecto directo aquele que se realiza desde o porto, aeroporto ou heliporto do ponto de origem nos arquipélago, Ceuta ou Melilla, ao de destino no resto do território nacional e vice-versa, sem escalas intermediárias ou, das ter, quando não superem as doze horas de duração, salvo aquelas que viessem impostas pelas necessidades técnicas do serviço ou por razões de força maio

Os residentes em Ceuta ou Melilla que realizem um trajecto directo entre estas cidades e o resto do território nacional, utilizando transporte marítimo ou aéreo, obterão a bônus das tarifas no transporte aéreo quando tenham origem ou destino nos aeroportos de Málaga, Jerez ou Sevilla.

Em nenhum caso poder-se-á bonificar um custo superior ao das tarifas básicas registadas, nem também não aplicar-se-á a bônus das tarifas nos bilhetes que incluam trajectos fosse do território nacional.

AVISO

Se a viagem do passageiro termina ou tem uma escala num país que não seja o de saída, pode se aplicar o Convênio de Varsovia, regendo dito Convênio e, na maioria dos casos, limitando a responsabilidade dos transportadores por morte ou lesões pessoais, e por perda ou danos de bagagem. Veja-se também o aviso titulado "Aviso aos Passageiros Internacionais sobre Limitação de Responsabilidade" e "Aviso sobre Limitação de Responsabilidade por Bagagem".

CONDIÇÕES DO CONTRATO

  1. Para os fins deste contrato, "bilhete" significa este bilhete de passagem e despacho de bagagem, que inclui estas condições e avisos; "Transportador" significa todo o ar para o transporte ou a transportadora se compromete a executar, o passageiro ou a sua bagagem abaixo ou realizar qualquer outro serviço acessório para tal transporte aéreo; "CONVENÇÃO DE VARSÓVIA" significa a Convenção para a Unificação de Certas Regras Relativas ao Transporte Aéreo Internacional, assinada em Varsóvia, em 12 de outubro de 1929, ou na Convenção emendada na Haia em 28 de setembro de 1955, como o caso.
  2. As transferências ao abrigo deste contrato está sujeito às regras e limitações relativas à responsabilidade estabelecidas pela Convenção de Varsóvia, a menos que tal transporte não é "transporte internacional" conforme definido pela Convenção, caso em que estarão sujeitos a legislação comunitária e nacional aplicável.
  3. Quando não está em conflito com o acima exposto, todos os transportes e outros serviços executados por cada transportador estão sujeitos a: 1) as disposições contidas no bilhete, 2) tarifas aplicáveis 3) condições de transporte estabelecida pelo transportador e regulamentos relacionados que fazem parte deste contrato (e pode ser consultado na sede da transportadora), exceto no transporte entre um ponto nos Estados Unidos ou Canadá e qualquer ponto fora de tais países para os quais aplicam-se as regras desses países.
  4. nome
  5. do transportador pode ser abreviado no bilhete, o nome completo e sua abreviação estabelecido nos manuais, condições, regulamentos ou horários transportador; endereço do transportador é o aeroporto de partida indicado no bilhete em relação à primeira abreviatura do nome do transportador; as escalas acordadas são aqueles pontos estabelecidos neste bilhete ou como mostrado nos horários do transportador como escalas previstas no itinerário do passageiro; o transporte a ser executado nos termos deste instrumento por várias transportadoras sucessivas é considerado como uma única operação.
  6. O transportador que emite um bilhete para transporte nas linhas de outro transportador aéreo, atua apenas como seu agente.
  7. Qualquer exclusão ou limitação de responsabilidade do transportador é aplicável aos e benefício de agentes, empregados e representantes e qualquer pessoa cuja aeronave seja utilizada pela transportadora para transporte e seus agentes, empregados e representantes.
  8. A bagagem despachada será entregue ao portador do talão de bagagem. No caso de danos à bagagem em movimento no transporte internacional deve ser apresentado reclamação oportuna escrito com a transportadora imediatamente após a descoberta do dano e, no máximo, no prazo de sete dias a partir da data da entrega; em caso de atraso, a reclamação deverá ser feita dentro de 21 dias a partir da data em que a bagagem foi entregue. Ver tarifas ou condições aplicáveis ao transporte não internacional.
    Geralmente, as companhias aéreas permitem que você verifique forro gratuitamente um saco de 20 kg. e 30 kg em classe econômica. em classe executiva. Geralmente, a entrada de uma peça de bagagem de mão pesando até 10 kg são permitidos. e as dimensões (comprimento + largura + altura) não superior a 115 centímetros. As companhias aéreas de baixo custo não permitem faturamento, sem nenhum custo extra. Note-se que itens perigosos não serão aceitos (como materiais explosivos, corrosivos ou tóxicos), e alguns itens não estão sujeitos à consideração de bagagem e serão tratados de forma diferente e deve ser comunicado com antecedência (a própria companhia aérea poderá estabelecer as condições e taxas. Por exemplo: animais de estimação, as equipes de esportes, música, armas de fogo, etc.). Note-se também que certos itens não são permitidos na bagagem de mão (como tesouras, cortadores de unha, facas, lâminas de barbear, etc.). Por favor, em caso de dúvida, antes de comprar qualquer serviço que você entre em contato com nosso Serviço de Atendimento ao Cliente.
  9. O bilhete é válido por um ano a partir da data de emissão, salvo disposição em contrário neste bilhete, nas tarifas do transportador, condições de transporte em ou regulamentos. A tarifa do transporte nos termos do presente contrato está sujeito a alterações antes do início do transporte. O transportador pode recusar o transporte se a tarifa aplicável não tiver sido paga.
  10. O Transportador compromete-se a envidar seus melhores esforços para transportar o passageiro ea bagagem com prontidão razoável. Se necessário portador pode substituir transportadores alternativos e aviões terceiros modificar ou omitir escalas indicadas no bilhete. A transportadora, exceto quando indicado no bilhete, não assume qualquer responsabilidade de fazer conexões com outros vôos no destino.
  11. O passageiro deverá cumprir com os requisitos do Governo de viagem, presente de saída, entrada e outros documentos necessários e chegar ao aeroporto pelo tempo fixado pelo transportador ou, se ele não tivesse definir qualquer, com tempo suficiente para permitido para completar os procedimentos de partida. Recomenda-se a ficar pelo menos 60 minutos de antecedência, no caso de voos domésticos e 150 minutos para voos internacionais, especialmente se o vôo é destinado para nem fazer escala num aeroporto dos Estados Unidos.
  12. Nenhum agente, empregado ou representante do transportador tem autoridade para alterar, modificar ou renunciar a qualquer disposição do presente Acordo.
  13. Os passageiros devem confirmar com a companhia aérea pelo menos 48 horas antes da partida, horários, já que em alguns casos, a companhia aérea pode modificá-los, mesmo avançando-los. O passageiro é responsável pela sua parte nas perdas resultantes da incapacidade de confirmar horários.

NOTA: Espanhol responsabilidade da transportadora transporte doméstico é limitado de acordo com a Lei de Navegação Aérea de 21 de julho de 1960 e Decreto R. 2333/1983, de 04 de agosto.

2. RESPONSABILIDADE DAS COMPANHIAS AEREAS EM RELAÇÃO COM OS PASSAGEIROS E SUA BAGAGEM

O transportador tem de responder a qualquer mudança em vôo (levando, por exemplo), conforme especificado no artigo 247 C.Com. "Comissão ou mediação contrato e as ações dele decorrentes devem produzir efeitos entre o diretor ea pessoa que contrataren com a comissão."

Indemnização em caso de morte ou lesão

Não existem limites financeiros para a responsabilidade por danos ou morte dos passageiros. Para os danos até 100.000 DSE (cerca de EUR 123 mil) a transportadora aérea não pode contestar os pedidos de indemnização. Acima desse montante, a transportadora aérea pode contestar um pedido de indemnização provando que não houve negligência de sua parte ou não a culpa.

Avanços

Em caso de morte ou lesão corporal de um passageiro, a companhia aérea deverá pagar no prazo de 15 dias a partir da data de identificação da pessoa com direito a indemnização, um adiantamento para cobrir as necessidades económicas imediatas. Em caso de morte, esse pagamento adiantado não será inferior a 16.000 DSE (cerca de 20.000 euros).

Chegada tardia do passageiro ao seu destino

De acordo com o art. 6 Regulamento (CE) n.º 261/2004, a transportadora é responsável pelos danos causados à passageiros que partem de um aeroporto situado no território de um Estado-Membro da UE estejam sujeitas às disposições do tratado passageiros que partem de um aeroporto localizado num país terceiro para outro dentro do território de um Estado-Membro da UE estejam sujeitas às disposições do tratado, a menos que tenham recebido benefícios ou uma indemnização e tenha sido prestada assistência nesse país terceiro, onde transportadora aérea do voo em questão for uma transportadora comunitária.

Outras mudanças em vôo

O transportador tem de responder a qualquer mudança no voo (avanços, por exemplo), conforme especificado no art. 247 C.Com. "Comissão ou mediação contrato e as ações dele decorrentes devem produzir efeitos entre o diretor ea pessoa que contrataren com a comissão."

Atrasos da bagagem

Em caso de atraso da bagagem, a transportadora aérea é responsável pelos prejuízos causados, a menos que tomou todas as medidas razoáveis para evitar o dano ou que era impossível tomar tais medidas. A responsabilidade pelos atrasos da bagagem é limitada a 1000 DSE (cerca de 1230 euros).

Destruição, perda ou avaria da bagagem

A transportadora aérea é responsável pela destruição, perda ou avaria da bagagem até 1.000 DSE (cerca de 1230 euros). O caso da bagagem despachada, é responsável, mesmo se não a culpa, a não ser que a bagagem já estavam danificados. Quanto bagagem não registada, a transportadora apenas é responsável pelos danos causados por sua culpa.

Limites mais elevados para a bagagem

Os passageiros podem beneficiar de um limite de responsabilidade mais elevado, fazendo uma declaração especial, o mais tardar no momento do check-in e pagando uma taxa suplementar.

Reclamações acerca da bagagem

Se a bagagem tiver sofrido danos, atraso, perda ou destruição, o passageiro deve apresentar uma reclamação escrita à transportadora aérea, o mais rapidamente possível. Se o dano à bagagem despachada, o passageiro deve apresentar uma reclamação escrita no prazo de sete dias e, em caso de atraso no prazo de 21 dias, em ambos os casos a contar da data em que a bagagem foi colocada à disposição do passageiro.

Responsabilidade para a empresa que contratou o serviço ea empresa responsável pela entrega real.

Se a companhia aérea está voando não é o mesmo que a transportadora aérea contratante, o passageiro pode fazer uma reclamação ou reivindicação de qualquer um deles. Se o bilhete contém o nome ou código de uma transportadora aérea, que é a transportadora aérea contratante.

Prazo para a ação

Todas as reclamações devem ser apresentadas em juízo no prazo de dois anos após a chegada do avião ou a contar da data em que o avião deveria ter chegado.

Base das informações

As regras acima descritas baseiam-se na Convenção de Montreal, de 28 de maio de 1999, executada na Comunidade pelo Regulamento (CE) nº 2027/97 (alterado pelo Regulamento (CE) n.º 889/2002) e pela legislação nacional dos Estados-Membros. Este aviso é exigido pelo regulamento da UE (CE) n.º 889/2002, não podem ser utilizados para fundamentar um pedido de indemnização, nem para interpretar as disposições do Regulamento ou da Convenção de Montreal.

Direitos dos passageiros em caso de recusa de embarque (overbooking), cancelamento de voos e atrasos

De acordo com o art. 5 Regulamento (CE) n.º 261/2004, se lhe for recusado o embarque ou se o seu voo for cancelado, a companhia aérea que opera o voo é obrigado a compensar o passageiro e prestar assistência. Sempre que ele fez o check-in devido tempo, são elegíveis para estes direitos para qualquer voo, incluindo cartas: passageiros que partem de um aeroporto situado no território de um Estado-Membro da UE estejam sujeitas às disposições do tratado passageiros que partem de um aeroporto localizado num país terceiro para outro dentro do território de um Estado-Membro da UE estejam sujeitas às disposições do tratado, a menos que tenham recebido benefícios ou uma indemnização e tenha sido prestada assistência nesse país terceiro, onde transportadora aérea do voo em questão for uma transportadora comunitária.

A recusa de embarque (overbooking)

Quando o número de passageiros para os lugares disponíveis, a companhia aérea deve primeiro pedir voluntários para dar os seus lugares em troca de certa remuneração é apresentada, entre as quais devem ser incluídos incluindo o reembolso do bilhete (com um bilhete livre para trás a seu ponto de partida, se pertinente) e oferta de transporte alternativo para o destino final.

Se você não se apresentaram como voluntários, a empresa pagará uma indemnização aos passageiros:

  • 250 euros para voos com menos de 1.500 quilômetros.
  • 400 euros para voos mais longos dentro da UE e outros voos entre 1.500 e 3.500 km.
  • 600 euros para voos de mais de 3500 km. efectuadas fora da UE.

A compensação pode ser reduzido para metade se o atraso no re-roteamento não é maior do que 2, 3 ou 4 horas, respectivamente.

A empresa deve:

  • a escolha entre o reembolso do bilhete (com um voo gratuito de regresso ao ponto de partida, se pertinente) e alternativas de transporte para o seu destino final, e
  • oferecem refeições gratuitas e bebidas, alojamento em hotel, quando necessário (incluindo transferências) e meios de comunicação.

Verifique a site do Ministerio de Fomento 

Cancelamento de voos

Quando o voo for cancelado, a companhia aérea de carga do correio deve:

  • a escolha entre o reembolso do bilhete (com um voo gratuito de regresso ao ponto de partida, se pertinente) e alternativas de transporte para o seu destino final, e
  • oferecem refeições gratuitas e bebidas, alojamento em hotel, quando necessário (incluindo transferências) e meios de comunicação.

A companhia aérea também pode ter de compensar, em quantidades iguais para os devidos em caso de recusa de embarque, a menos que o cancelamento é comunicada com antecedência e vai oferecer transporte alternativo no próximo do que o inicialmente previsto.

Os reembolsos poderão ser em dinheiro, por transferência bancária ou cheque ou, com o acordo escrito do passageiro, através de vales de viagem e deve ser pago no prazo de 7 dias.

Se lhe for negada a esses direitos, o usuário deve registrar uma reclamação com a companhia aérea que opera o voo.

Verifique a site do Ministerio de Fomento 

Os longos atrasos

Se o passageiro faz o prazo do check-in para um voo, incluindo voos charter, com partida de um aeroporto da UE ou viajar para um aeroporto da UE a partir de um fora dela, se o voo for operado por uma companhia aérea da UE, e se a companhia que opera o voo previr um atraso

  • 2 horas ou mais para voos com menos de 1.500 km.
  • 3 horas ou mais para voos mais longos na UE e para outros voos entre 1 500 e 3 500 quilómetros.
  • 4 horas ou mais para voos de mais de 3500 km. efectuadas fora da UE,

a companhia aérea deve dar-lhe refeições e bebidas, alojamento em hotel, quando necessário (incluindo transferências) e meios de comunicação para.

Quando o atraso é de 5 horas ou mais, a companhia aérea deverá também propor o reembolso do bilhete (com um voo gratuito de regresso ao ponto inicial de partida, se pertinente).

Se lhe for negada a esses direitos, o usuário deve registrar uma reclamação com a companhia aérea que opera o voo.

Verifique a site do Ministerio de Fomento 

Alegações posteriores

Se responsável pelo atraso de um voo em qualquer lugar do mundo é uma companhia aérea da UE, você pode solicitar até 4150 DSE de indemnização. Se a empresa não concorda com o seu pedido, você pode recorrer aos tribunais.

Você pode reclamar da companhia aérea com a qual você tem um contrato, ou da que opera o voo, caso eles não são os mesmos.

Se deseja consultar as políticas de bagagem, facturação on-line e as condições de transporte de cada Companhia aérea pode fazê-lo directamente no site da própria Companhia aérea ou bem através do buscador oferecido por AENA fazendo clique aquí. Se tens reservado um voo com uma linha aérea de baixo custo, faz favor, consulta suas políticas directamente em suas próprias páginas sites.

3. HOTÉIS

DESPESAS POR GESTÃO DE MUDANÇAS E CANCELAMENTOS:

Em caso de cancelamento da reserva, Centraldevacaciones cobrará ao Utente 25€ em conceito de despesas de gestão, se é modificação de reserva, Centraldevacaciones poderá cobrar ao Utente 20€ por reserva em conceito de despesas de gestão de modificação, estes custos são não reembolsávels. Adicionalmente, aplicar-se-ão despesas de cancelamento segundo as restrições de cada tarifa se dita modificação ou cancelamento produz-se dantes da data primeiramente ao hotel, o Utente pagará uma quantidade que poderá variar entre o preço de uma noite, até o 100% do custo da reserva dependendo do destino, data e hotel reservado.

Se a reserva do Alojamento é conforme a alguma das actuações não permitidas indicadas no ponto 1 deste documento, Centraldevacaciones aplicará uma penalização mínima de 50% do custo da reserva efectuada ao utente que tenha realizado uma contratação não permitida pelos danos morais, administrativos e técnicos ocasionados, por exemplo reservas realizadas pelos próprios hotéis, correntes hoteleiras, clientes com nomes falsos, empregados das mesmas ou de auditoras ou casos similares. Este tipo de actividade que estabelece uma contratação especulativa, falsa ou fraudulenta com o objectivo de conseguir dados próprios das negociações particulares de Centraldevacaciones e seus provedores, dará com a suspensão automática do utente da reserva em nossa ferramenta bloqueando seu acesso à mesma e uma penalização que pode chegar a ser de 100% do custo pago em função do dano comercial provocado.

4. VIAGENS COMBINADAS

A contratação de viagens combinadas está sujeita às disposições do Real Decreto Legislativo 1/2007 e às condições específicas acordadas com os Usuários, dependendo do atacadista que organiza a viagem combinada, sendo a CentraldeVacaciones a agência de viagens de varejo.

> Para esses fins, a Viagem Combinada é considerada a combinação anterior de, pelo menos, dois dos elementos indicados no parágrafo seguinte, vendidos ou oferecidos para venda de acordo com um preço global, quando o referido benefício exceder 24 horas ou incluir um noite de estadia.

Os elementos referidos no parágrafo anterior são os seguintes:

1. transporte,
2. alojamento,
3. outros serviços turísticos que não sejam acessórios de transporte ou acomodação e que constituam uma parte significativa da viagem combinada.

A contratação de um conjunto de "Serviços Soltos" está expressamente excluída da definição de Viagem Combinada.

Os serviços que compõem o contrato de viagem organizada resultam das informações fornecidas ao consumidor na brochura ou programa, bem como das indicações sobre essas informações que foram feitas ao confirmar a reserva. No entanto, a agência organizadora reserva a possibilidade de modificar as informações contidas na brochura antes da perfeição do contrato. Por sua validade, as alterações nessas informações devem ter sido claramente comunicadas por escrito ao consumidor.

Depois que a reserva final for formalizada pelo consumidor ou usuário, você receberá o voucher / voucher imediatamente com todos os detalhes relacionados a ele, conforme estabelecido no artigo 152 da Lei TRLGDCU, além de receber uma cópia do contrato de viagem combinada em que o nome e o endereço do organizador da viagem combinada serão detalhados, bem como sua representação legal na Espanha.

Alojamento, salvo indicação em contrário na brochura ou fornecido em condições particulares:

1) Em relação aos países em que existe uma classificação oficial de estabelecimentos hoteleiros ou qualquer outro tipo de acomodação, a brochura inclui a classificação turística concedida no país correspondente. Naqueles em que não há classificação oficial, a categoria indicada na brochura é meramente indicativa. De qualquer forma, a agência deve garantir a maior correspondência entre a classificação utilizada e as expectativas que isso pode gerar razoavelmente em um consumidor espanhol. As informações contidas na oferta do programa serão vinculativas para o organizador e o varejista da viagem combinada, a menos que ocorra uma das seguintes circunstâncias:

a) Que as alterações nessas informações foram claramente comunicadas por escrito ao consumidor e usuário antes da celebração do contrato e essa possibilidade foi mencionada expressamente na oferta do programa.

b) Que as modificações ocorram posteriormente, com acordo prévio por escrito entre as partes contratantes.

2) O horário de ocupação dos quartos depende das normas estabelecidas em cada país. Em geral, o quarto pode ser ocupado após 14 horas no dia da chegada e deve ser desocupado antes das 12 horas do dia da partida, independentemente da hora de chegada ao hotel ou da hora de chegada. a continuação da viagem está planejada.

3) Os quartos ou cabines triplos ou quádruplos são geralmente quartos duplos aos quais uma ou duas camas são adicionadas, que geralmente são um sofá-cama ou uma cama dobrável, exceto em certos estabelecimentos onde duas camas maiores são usadas em vez de camas adicionais .

Transporte; o consumidor deve comparecer no local indicado para a partida com o aviso prévio indicado pela agência ou, na sua falta, com a brochura. Como regra geral, no caso do transporte aéreo nacional, o avanço mínimo é de 100 minutos sobre o horário de partida programado; em destinos europeus, recomendamos um mínimo de 120 minutos; para rotas intercontinentais ou para países que exigem controle aduaneiro, recomendamos um aviso prévio mínimo. 180 minutos. Se o consumidor não puder fazer a viagem porque não recebeu o aviso prévio necessário, perderá todos os direitos adquiridos ao contratar a viagem e seus serviços, perdendo o direito de devolver os valores pagos e continuar pagando os que estão pendentes Forma de pagamento. A perda ou dano que ocorre em relação à bagagem de mão ou outros objetos que o consumidor carrega consigo e mantém sob sua custódia são de seu próprio risco e despesa.

Outros serviços; Como regra geral, o regime de pensão completa inclui café da manhã continental, almoço, jantar e acomodação. O regime de meia pensão, salvo indicação em contrário, inclui café da manhã continental, jantar e acomodação. Como regra geral, essas refeições não incluem bebidas. Dietas especiais (vegetarianas ou especiais) só são garantidas se tiverem sido acordadas pelas partes em condições específicas e com antecedência suficiente. Como regra geral, o regime All Inclusive inclui café da manhã, almoço, jantar, acomodação e bebidas. Além disso, em diferentes horários, alguns hotéis oferecem lanches ou lanches. O menu de bebidas incluídas está detalhado no folheto da viagem, o restante das bebidas não incluídas será pago diretamente pelo consumidor. Recomendamos verificar as condições de TI na agência ou no site do hotel antes de contratar sua viagem.

Modificação do contrato, se a qualquer momento antes da partida o consumidor desejar solicitar alterações referentes a destinos, meios de transporte, duração, calendário, itinerário da viagem contratada ou qualquer outro extremo referente a benefícios e A agência pode realizá-las, a agência pode exigir o pagamento das despesas adicionais justificadas que tal modificação teria causado, bem como um prêmio pela modificação da reserva que não pode exceder 4% do preço da viagem. Antes da partida, a agência só pode fazer alterações necessárias para o bom final da viagem combinada e que não são significativas. As mudanças necessárias são consideradas significativas se impedirem a realização de seus objetivos de acordo com suas características gerais ou especiais. Caso a agência seja forçada a fazer alterações significativas, informará imediatamente o consumidor. Este último pode escolher entre aceitar a modificação do contrato que especifica as variações introduzidas e seu impacto no preço ou rescindir o contrato. O consumidor deve comunicar a decisão tomada à agência dentro de três dias após a notificação da modificação. Se o consumidor não comunicar sua decisão dentro do prazo indicado, entender-se-á que ele opta pela resolução do contrato.

A revisão de preços ocorrerá apenas para incorporar variações no preço do transporte, incluindo o custo do combustível, taxas e impostos relacionados a determinados serviços e as taxas de câmbio aplicadas à viagem organizada. O preço revisado será determinado tomando como referência o valor da moeda do país de destino e os preços, taxas e impostos aplicáveis ​​na data de publicação da brochura. No caso de circuitos que incluem dois ou mais países, a taxa de câmbio tomada como referência é a do dólar americano na mesma data. Se a revisão do preço supuser um aumento de mais de 15% do preço da viagem, a agência informará imediatamente o consumidor, que poderá rescindir o contrato. O consumidor deve comunicar a decisão tomada à agência no prazo de três dias a contar da notificação da modificação. Se o consumidor não comunicar sua decisão dentro do prazo indicado, entender-se-á que ele opta pela resolução do contrato.

Direitos do consumidor em caso de rescisão, nos casos em que o consumidor, de acordo com os parágrafos anteriores, rescindir o contrato, poderá escolher entre: 1) Ser reembolsado dentro de um período máximo de um mês por todos os valores pagos, ou 2) que, sempre que a agência possa propor, eles oferecem outra viagem combinada de qualidade equivalente ou superior. Se a viagem oferecida for de qualidade superior, a agência não exigirá nenhum suplemento. Você também pode aceitar uma viagem de qualidade inferior, mas, neste caso, a agência deduzirá a diferença de preço.

Direito de retirada do consumidor. A qualquer momento, o consumidor e o usuário podem retirar os serviços solicitados ou contratados, tendo direito a um reembolso dos valores que pagaram, mas devem indenizar o organizador ou o varejista nos valores indicados abaixo:

a) Pagará os custos de gerenciamento da agência de varejo entre € 60 e € 190 (eles serão aplicados dependendo do valor da reserva, número de pessoas e providências tomadas), custos de cancelamento e gerenciamento do operador turístico, se houver, e penalidade consistindo em 5% do valor total da viagem, se o cancelamento ocorrer mais de dez e menos de quinze dias antes da data de início da viagem; 15% entre os dias três e dez e 25% nas 48 horas anteriores à partida.

Caso não apareça na saída, o consumidor e o usuário são obrigados a pagar o valor total da viagem, pagando, quando apropriado, os valores pendentes, salvo acordo em contrário entre as partes

b) Caso a viagem combinada esteja sujeita a condições econômicas especiais de contratação, como aeronaves, navios ou tarifas especiais, os custos de cancelamento serão estabelecidos de acordo com as condições acordadas entre as partes. Se as passagens aéreas forem emitidas no momento do cancelamento, os custos das passagens são de 100% em todos os casos.

Caso o organizador / atacadista / operador turístico cancele a viagem combinada antes da data de partida acordada, por qualquer motivo que não seja imputável ao consumidor, ele terá direito, a partir do momento em que o contrato for rescindido, ao reembolso de todos os valores pagos, exceto pelos custos de gestão que a agência de varejo pode reembolsar ao cliente por meio de um Cheque de Reembolso, nos termos deste, ou à realização de outra viagem combinada de qualidade equivalente ou superior, desde que o Organizador / Atacadista / O operador turístico pode propor a você. Caso a viagem ofertada seja de qualidade inferior, o Organizador / Atacadista / Operador de Turismo deverá reembolsar o consumidor, dependendo dos valores já pagos, a diferença de preço, conforme contrato.

Se o cancelamento da viagem for comunicado nos dois meses anteriores à partida, o organizador / atacadista / operador turístico será responsável pelo pagamento da indenização ao consumidor com base no tempo restante para a partida, que será no mínimo:

a) 5% do preço da viagem, se ocorrer com mais de 15 dias e menos de 2 meses de antecedência.

b) 10% do preço da viagem, se ocorrer com antecedência entre 15 e 3 dias.

c) 25% do preço da viagem, se ocorrer dentro de 48 horas antes da partida.

exceto:

Quando o cancelamento da viagem, exceto em casos de excesso de reservas, se deve a motivos de força maior, entendendo-se, portanto, as circunstâncias estranhas à pessoa que as invocam, anormais e imprevisíveis, cujas consequências não poderiam ter sido evitadas, apesar de terem agido com a devida diligência.
Quando o cancelamento se deve ao fato de o número de pessoas registradas para a viagem combinada ser menor do que o necessário e, portanto, é comunicado por escrito ao consumidor antes do prazo estabelecido para essa finalidade no contrato.
No caso de, após a partida da viagem, o Organizador / Atacadista / Operador Turístico não fornecer ou verificar que não pode fornecer uma parte importante dos serviços prestados no contrato, ele adotará as soluções adequadas para a continuação da viagem organizada, sem qualquer complemento de preço para o consumidor e, quando apropriado, pagará a ele o valor da diferença entre os benefícios oferecidos e os oferecidos.

Se o consumidor continuar a viagem com as soluções fornecidas pelo organizador / atacadista / operador turístico, será considerado que eles aceitam tacitamente as propostas. Se as soluções adotadas pelo organizador / atacadista / operador turístico não forem viáveis ​​ou o consumidor não as aceitar por razões razoáveis, este deverá fornecer a este último, sem nenhum complemento de preço, um meio de transporte equivalente ao utilizado na viagem para retornar ao local de destino. partida ou qualquer outro que ambos tenham concordado, sem prejuízo da compensação que possa ser aplicável.

4.1 VIAGENS LIGADAS
Uma viagem vinculada é considerada quando o usuário e nossa agência on-line facilitam:

1.a) na ocasião de uma visita, selecione vários serviços de viagem por meio de nossa tecnologia, que permite que você assine contratos diferentes com cada um dos provedores individuais de cada serviço de viagem, através de processos de reserva conectados (exemplos de tipos de viagens vinculadas que Você pode contratar nossos usuários; voo + acomodação, destinos múltiplos, acomodação + transferência, acomodação + atividade, aluguel de carro + acomodação, etc.). Para ser uma viagem vinculada, ela deve incluir pelo menos dois serviços de viagem, mas deve ser contratada separadamente com cada um dos provedores individuais de serviços de viagem.
2.b) especificamente, a contratação de pelo menos um serviço de viagem adicional com outro provedor, desde que ocorra o mais tardar 24 horas após a confirmação da reserva do primeiro serviço de viagem previamente reservado em nosso site.
3.c) Nos serviços Linked Travel, cada prestador de serviços é o único responsável por sua correta provisão; portanto, a contratação está sujeita às condições estabelecidas por cada um dos prestadores de serviços individualmente, por exemplo, hotel, transferências, atividades e seguros. Somente em casos de insolvência declarada pelo mutuário, a agência intermediária de viagens será obrigada a fornecer as garantias que cobrem os serviços afetados.
4.d) No caso de viagens vinculadas, a responsabilidade pelo fornecimento, regras regulamentares, condições aplicáveis ​​à reserva é de responsabilidade direta de cada um dos tomadores de serviços contratados, ou seja, são as companhias aéreas, os hotéis e o restante dos serviços que você selecionou em sua reserva, que podem ser reembolsados ​​ou não, aplicam uma política de cancelamento de acordo com as condições de contratação, que você já conhecia anteriormente e que nossos sistemas lhe forneceram antes do pagamento de sua reserva.

5.e) Como reclamar si el usuario no está de acuerdo con las decisiones de uno o varios prestatarios de los servicios de alguno o todos de los servicios vinculados. Ha de dirigirse de forma directa al prestatario mediante los medios que pone el mismo a tal efecto y esperar la respuesta o solución propuesta para la resolución del caso, si no es de su agrado, puede acudir a los órganos competentes o a los tribunales para defender sus derechos si fueran vulnerados por parte de cualquiera de los proveedores o prestatarios de estos servicios.

6.f) Nuestra responsabilidad como agencia minorista que ha puesto a disposición del cliente el Viaje Vinculado, de forma online, tiene la obligación de ayudarle, asistirle y facilitarle todos los medios que estén a su alcance para que el usuario pueda realizar las gestiones oportunas con los servicios reservados de forma directa con el prestatario, es decir, que si el usuario no sabe cómo contactar, gestionar su reserva de forma directa con la aerolínea a través de su site o de si tiene dudas para efectuar cualquier reclamación o contratación de servicio adicional, como extras, solicitudes especiales, etc, la agencia tiene la obligación de informar al cliente de cómo llevar a cabo todos estos procesos en el menor tiempo posible y de forma profesional. La agencia minorista no puede interponer reclamaciones ni quejas en nombre del usuario, porque no ha sido el contratante, ha puesto los medios al alcance del usuario.

 

5. CRUZEIROS

A formalização de uma reserva de Cruzeiros implica a contratação de diferentes serviços, seleccionados ao longo do processo de compra. Estes serviços ficarão total ou parcialmente reservados, em função da disponibilidade da naviera no momento de realizar a reserva.

Ao finalizar o processo de reserva CentraldeVacaciones procederá a realizar o cargo de uma parte ou o total da reserva, cujo custo terá sido informado previamente, já que variará em função da data de saída.

As condições gerais da cada reserva variarão em função da naviera seleccionada. Durante o processo proporcionar-se-á ao Utente a informação detalhada segundo o cruzeiro seleccionado.

6.CARROS

CANCELAMENTOS

O Utente poderá cancelar sua reserva ao menos com uma antecedência de 48 horas da data de recolhida. Se deseja cancelar sua reserva deve pôr-se em contacto com nosso Centro de Atenção ao Cliente em info@centraldevacaciones.com ou 308 805 708. A cancelamento de sua reserva terá umas despesas de gestão de 15 euros.

DOCUMENTAÇÃO

O Utente deve levar a carta de condução e um cartão de crédito no momento de retirar o veículo, já que requerer-lhe-ão ambos documentos para levar a cabo o aluguer.

7.COMBOIOS

CONFIRMAÇÃO DE RESERVA

Uma vez realizada a reserva através do Sitio Site e recebida a confirmação apropriada via correio electrónico, para viajar o Utente tem de plotar seu bilhete e apresentá-lo ao aceder ao comboio.

CONDIÇÕES DE TARIFAS RENFE

Em caso que deseje cancelar ou mudar de datas sua reserva de comboio, o Utente deve contactar com nosso Centro de Atenção ao Cliente e será informado das restrições de sua tarifa e da penalização correspondente, que deverá somar às despesas de gestão por reserva e por cancelamento e/ou mudança, que ascendem a 15 euros.

DESPESAS DE GESTÃO

CentraldeVacaciones cobrará despesas de gestão por passageiro, em compra-las de bilhetes de comboio (excetuando aos menores de 2 anos na data de saída do comboio, os quais estão isentos deste cargo). Este custo não é reembolsável em nenhum caso e é independente da tarifa seleccionada pelo comprador. Em caso de mudanças ou modificações a petição do Utente, e sempre que as tarifas permitam-no, cobrar-se-á uma despesa por cancelamento / mudo adicional.

8. GESTÃO DE RECLAMAÇÕES

Dantes de viajar, o Utente deve informar-se sobre os eventuais acontecimentos locais como carnavais, festas religiosas, festas nacionais, dias feriados, etc. que poderiam afectar ao bom desenvolvimento de sua viagem.

Na maioria dos casos, a resposta final de uma reclamação dependerá do prazo de resposta do transportador ou do atacadista.

Para realizar uma reclamação, dever-se-á remeter um escrito ao Centro de Atenção ao Cliente que abrirá um expediente e começará as gestões oportunas através do correio electrónico info@centraldevacaciones.com ou bem através de correio postal.

Em caso de perda ou deterioração da bagagem durante o transporte aéreo, e dantes de dirigir-se a CentraldeVacaciones, o Utente deverá expor suas queixas à companhia aérea: constatando a perda ou deterioração da bagagem dantes de abandonar o aeroporto nos escritórios destinados a tal efeito, fazendo-lhe chegar uma declaração, anexando os seguintes documentos originais (guardando uma cópia): bilhete de transporte, declaração de perda, voucher de registo da bagagem. Se tem contratado um seguro, o Utente deverá remeter a declaração à entidade seguradora correspondente nos prazos indicados em dito contrato. Se o consumidor não exerce dita reclamação ante as administrações competentes no aeroporto ou no lugar do acontecimento, os seguros, organizador da viagem e varejista, não poderão tramitar a reclamação do consumidor ou utente.

Com respeito aos atrasos nos voos, se tem contratado um seguro que lhe cobre essa contingência, o Utente deverá realizar sua declaração única e exclusivamente na companhia de Seguros, prévia justificativa nos balcões de atenção ao cliente da companhia aérea do bilhete ou bem ante o escritório de reclamações do aeroporto do acontecimento.

Aos efeitos oportunos faz-se constar que, por razão de territorialidade, a concorrência em matéria turística corresponde à Comunidade Autónoma de Castilla la Mancha, ao ter a empresa seu domicílio social na mesma, tendo nela centralizada a gestão administrativa e a direcção de seu negócio.

9. INFORMAÇÃO ADICIONAL

O Utente faz-se responsável pelas consequências económicas derivadas do mau uso das senhas que se for o caso o Utente ou um terceiro não autorizado possa levar a cabo, evitando o acesso de terceiros não autorizados a dados pessoais que só o Utente deve conhecer, como um possível nome de utente ou os dados de seu cartão de crédito ou débito.

Para a realização de compra-a pedir-se-lhe-ão ao Utente os dados de identificação dos passageiros/viajantes e a forma de pagamento dos mesmos. Este facto é realizado em vários passos, uma vez introduzidos ditos dados, e dantes de que o Utente realize a compra mostrar-se-lhe-ão os mesmos com o fim de que o Utente os verifique, podendo proceder à compra. Sem prejuízo do estabelecido nas presentes Condições Gerais, e em especial o relativo à falta de pagamento, as partes não se comprometem até que o Utente não faz clique" na lacuna "PAGAR AGORA" e não aparece nenhuma mensagem de erro por falta de informação ou informação incorreta. Até dantes de compra-a e durante o processo de compra, o sistema de CentraldeVacaciones poder-lhe-á advertir de possíveis erros ou omissão na introdução de dados que sejam obrigatórios, podendo o Utente proceder a sua correcção. Uma vez realizada compra-a CentraldeVacaciones não responde pelos erros que tenha incorrido o Utente na introdução de dados, sem prejuízo de ser capaz de exercer seus direitos conforme ao regulamento de protecção de dados de carácter pessoal. Assim mesmo, enviar-se-lhe-á um correio electrónico de confirmação com a informação de compra-a e uma factura e/ou comprovante de compra, os quais serão também arquivamentos por CentraldeVacaciones e que poderão ser acessíveis para o Utente contactando com nosso Serviço de Atenção ao Cliente. O Utente tem a obrigação de revisar dito correio electrónico de confirmação, e se contém algum erro, deverá contactar com CentraldeVacaciones imediatamente para poder corrigí-lo se pudesse-se.

O preço dos serviços prestados por CentraldeVacaciones compra está sujeita às flutuações do mercado contínuas. Neste sentido e, a menos que uma norma imperativa ou CentraldeVacaciones expressa em contrário, o usuário pode rescindir o contrato com CentraldeVacaciones ou fornecedor de serviços a qualquer momento, pagando o preço total dos serviços contratados. Além disso, supondo que CentraldeVacaciones implementar os meios para que o contrato pode ser formalizado em documento eletrônico, a menos que expressamente indicado em contrário, CentraldeVacaciones não apresentar o mesmo e, portanto, não está acessível.

Sem prejuízo das disposições destes Termos, CentraldeVacaciones cobrar uma taxa de serviço ou taxa de administração para a prestação de seus serviços, que variam dependendo do serviço que presta. No entanto, ele será relatado para o usuário antes da contratação. Este montante é independente e não é reembolsável em qualquer caso.

O Usuário concorda e culpa seus dados e ele inclui terceiros, são fornecidos através do Web Site ou nossa Central de Atendimento que tem autorização a terceiros para fornecer-lhes, que leu e aceitou o condições gerais e, se for o caso, as condições específicas que são verdadeiras, precisas, completas e corretas, que os nomes dos passageiros corresponder exatamente as do passaporte ou bilhete de identidade não se responsabiliza por tais infracções CentraldeVacaciones pelo utilizador.

CentraldeVacaciones não oferece garantias adicionais àquelas que pudessem se outorgar em virtude das condições gerais, particulares ou se derivem de normas obrigatórias aplicáveis a CentraldeVacaciones.

Se existisse qualquer variação nos dados proporcionados ou qualquer erro nos dados que CentraldeVacaciones tem, é responsabilidade do Utente informar dos correctos.

Todos os viajantes, incluindo crianças, deve ter todos os documentos exigidos pelas leis e autoridades dos países de destino, escala ou envolvidas na sua viagem, tais como passaportes, vistos, ID, vacinas, e assim por diante.

A certidão de casamento não é válido para a identificação de viagem.

O tempo necessário para realizar um procedimento podem variar, dependendo do caso. É de responsabilidade do viajante para obter as informações e certifique-se que você tem seus documentos em ordem no tempo.

Essas informações podem ser fornecidas no Ministério dos Negócios Estrangeiros espanhol (www.mae.es), as embaixadas ou consulados envolvidas na sua viagem.

Qualquer incidente que seja, decorrente de uma violação por parte do Usuário da sua obrigação de gestão, processamento e documentação exigida pela legislação ou as autoridades dos países de destino, escala ou envolvida na sua viagem não vai ser assumida por CentraldeVacaciones.

No caso de utilizar os serviços do Centro de Atenção ao Cliente para comprar, e salvo indicação expressa por parte do comprador, entende-se que o comprador solicita a viagem/voo mais económico nas datas e horas seleccionadas, por tanto, e salvo indicação em contrário oferecer-se-lhe-á a tarifa mais económica ("Turista com restrições") e sem possibilidade de mudanças nem cancelamentos. Isto significa que não se permite utilizar o bilhete de maneira diferente ao contratado, incluindo este facto o tratar de utilizar a volta de um voo, sem ter utilizado anteriormente a ida.

Você será responsável pelo CentraldeVacaciones que o cartão de crédito ou débito utilizado são propriedade existente nos mesmos fundos suficientes para cobrir o custo do serviço. A compra de qualquer produto só será eficaz quando eles realizam CentraldeVacaciones validamente cobrar o cartão de cartão de crédito ou de débito prestadas ou recebidas por transferência do valor da compra. CentraldeVacaciones reserva-se o direito de cancelar as reservas feitas pelo usuário em caso de inadimplência, retornar a coleção de cartão rejeitado ou falsos ou se CentraldeVacaciones não pode verificar os dados no cartão.

CentraldeVacaciones aceita o pagamento mediante transferência bancária nacional (não está permitido pagar mediante transferências internacionais), cartão de crédito e/ou débito. O pagamento por transferência bancária será admitido desde que as condições de compra-a assim o permitam.

CentraldeVacaciones reserva-se o direito de solicitar informação adicional ao Utente com o fim de verificar seu compra.

O facto de solicitar uma reserva implica o compromisso por parte do Utente de autorizar o cargo no cartão de crédito ou débito que fornece. No caso de que não fosse possível realizar o cargo no cartão de crédito ou débito (transacção recusada), o Utente deve saber que ao não ter pago a mesma poderá ser cancelada por CentraldeVacaciones e/ou o Prestador do Serviço.

O pagamento da / o bilhete / s de avião é feito por cartão de crédito ou cartão de débito antes da emissão da / o bilhete / s, para proceder a enviar para o endereço especificado pelo usuário na reserva. O pagamento de passagens aéreas deve ser feita por pelo menos um consumidor ou usuário, no caso de haver mais bilhetes utilizando um cartão de crédito que você possui, se pagar com um cartão de crédito de outra pessoa não envolvida na viagens / companhia aérea, a companhia aérea pode exigir, no momento da facturação / transporte identificação do cartão de crédito por isso, se não é o dono da reserva de bilhetes de viagens feitas, a empresa pode negar-lhe o embarque.

Os preços apresentados são on-line, incluindo taxas de aeroporto. Não incluem o custo de vistos ou taxas de entrada e / ou fora de uma área, que pode ser paga em moeda local ou em dólares nesse território. Variações na taxa aplicável de atraso no pagamento das taxas de reserva de taxas aeroportuárias a partir do momento da reserva para o momento da emissão do bilhete será repassado para o usuário.

CentraldeVacaciones pode oferecer serviços adicionais que resultam custos adicionais de gestão a ser comunicada em cada caso, todas as informações sobre ele antes da entrega da autorização para o recrutamento. Não meramente ilustrativas na natureza, esses serviços podem ser um serviço de retorno para cada lado as taxas de aeroporto não voado.

ENTREGA DE DOCUMENTAÇÃO DE VIAGEM

Supondo que não se facilite a documentação por correio electrónico, CentraldeVacaciones remetê-la-á através de uma empresa de transportadora com entrega em 24h dantes de que finalizem os três dias hábeis (excluir-se-á nos sábados e domingos) seguintes à compra, no domicílio de Espanha indicado pelo Utente e num horário compreendido entre as 9:00 a 21:00 horas a portes devidos (Envios a Península com um custo de 15€ e a Canárias e Baleares de 28€). De não se achar o Utente presente ao momento de se entregar a notificação poderá se fazer cargo da mesma qualquer pessoa que se encontre no domicílio e faça constar sua identidade. Em caso que a documentação não possa ser entregue por causa atribuível ao Utente, CentraldeVacaciones não será responsável. A estes efeitos, entender-se-á como causa atribuível ao Utente, sem carácter limitativo senão meramente enunciativo: o facto de que ninguém possa se fazer cargo da notificação ou que o lugar da notificação seja desconhecido ou não exista.

O espaço onde o Utente deve introduzir a informação relacionada com a direcção na que deseja que lhe se lhe entregue a documentação da viagem é de 4 linhas e 25 caracteres. Em dito espaço o Utente deverá introduzir toda a informação necessária para que possa se produzir a entrega. CentraldeVacaciones não poderá garantir a entrega se não se detalha a suficiente informação dentro dos limites especificados. 

NAVEGADOR E SISTEMA OPERATIVO

Os ecrãs do Sitio Site estão optimizadas para sua utilização com os navegadores Internet Explorer 6 e Firefox 2 (e versões superiores), Safari, Chrome e Opera baixo meios Windows, Mac e Linux. CentraldeVacaciones não se responsabiliza dos resultados nem prejuízos que pudesse ocasionar aos Utentes pela utilização de outros navegadores, versões diferentes, ou sistema operativo, diferentes para os que tem sido desenhado o Lugar Site.

A informação contida no Lugar Site é oferecido para conveniência  dos Utentes. CentraldeVacaciones realiza os máximos esforços para evitar qualquer erro nos conteúdos que pudessem aparecer no Lugar Site. No entanto, CentraldeVacaciones não é responsável pela informação que o Utente possa obter através de enlaces a sistemas externos que não sejam dependentes de CentraldeVacaciones.

CentraldeVacaciones adopta medidas de segurança razoavelmente adequadas. Não obstante, o Utente deve ser consciente de que as medidas de segurança dos sistemas informáticos em Internet não são inteiramente fiáveis e que o serviço depende de elementos externos e internos vulneráveis.

Adicionalmente, CentraldeVacaciones efectua os esforços razoáveis para manter o Lugar Site actualizado e em bom estado de funcionamento. Não obstante, CentraldeVacaciones não se responsabiliza nem garante que o acesso ao Sitio Site seja infalível, contínuo ou livre de deficiências. Nem também não pode garantir que o conteúdo ou software ao que o Utente possa aceder através do Sitio Site esteja livre de elementos prejudiciais, vírus, interferências, avarias, omissões, desconexões ou outros elementos que possam produzir danos e prejuízos ao Utente ou alterações nos sistemas informáticos de software ou hardware do Utente ou em seus documentos electrónicos e ficheiros.

Assim mesmo, também não CentraldeVacaciones será responsável pelos danos e prejuízos de qualquer natureza que se derivem do uso do Sitio Site, se incluindo mas não se limitando, aos ocasionados aos sistemas informáticos ou os provocados por um uso inadequado do Sitio Site, interrupções ou defeitos nas telecomunicações que pudessem ocorrer em operações de natureza financeira ou semelhantes, ou os causados por terceiras pessoas mediante interferências ilegítimas fosse do controle de CentraldeVacaciones.

INFORMAÇÃO IMPORTANTE PARA VIAJANTES A ESTADOS UNIDOS OU QUE SOBREVOEM SEU ESPAÇO AEREO

Conforme com a nova medida de segurança para viajantes de países integrados no Programa VISA WAIVER (VWP), entre eles Espanha, implantada pelo Governo de Estados Unidos, e que entra em vigor a partir de 1 de janeiro de 2009, todos os viajantes de países integrados no VWP estarão obrigados a obter, além do passaporte digital em vigor, uma autorização electrónica dantes de embarcar em voos ou barcos para Estados Unidos.

Todos os passageiros dentro do VWP têm como condição para ser admitidos nos Estados Unidos, a identificação biométrica (incluindo a fotografia e a tomada de impressões) no processo primeiramente.

Os países incluídos no Programa VISA WAIVER (VWP) são: Alemanha, Andorra, Austrália, Áustria, Bélgica, Brunei, Dinamarca, Eslovénia, Espanha, Finlândia, França, Irlanda, Islândia, Itália, Japão, Liechtenstein, Luxemburgo, Mônaco, Noruega, Nova Zelândia, Países baixos, Portugal, Reino Unido, San Marinho, Singapura, Suécia, Suíça.

Poderá obter a autorização electrónica recheando o formulário correspondente na página https://esta.cbp.dhs.gov

A partir de 08 de setembro de 2010, os cidadãos que estejam obrigados a obter autorização Electrónica de viagem (ESTA) para viajar aos Estados Unidos ou sobrevoar seu espaço aéreo, deverão pagar 14 dólares pelos trâmites de dita solicitação. Esta autorização tem validade de 2 anos ou até a data de validade do passaporte, pelo que CentraldeVacaciones recorda àqueles Utentes que prevejam viajar a EE.UU., que solicitem dita autorização.

Se algum dos dados muda nas futuras viagens, tem do actualizar através do site. Esta autorização é válida só para abordar o avião ou o barco para os Estados Unidos e não garante a admissão no país.

O Utente deverá realizar esta solicitação com ao menos 96 horas de antecedência à viagem.

Para mais informação, dirija-se a www.cbp.gov/travel

Adicionalmente, e devido às novas medidas de segurança impostas pela Administração para a Segurança no Transporte dos EEUU, está a proceder-se a um controle adicional de segurança dos passageiros e seus pertences nas portas de embarque dos voos com destino a EEUU. Por isso, é recomendável que os Utentes em voos a EEUU que se apresentem com ao menos 3 horas de antecedência no aeroporto e se dirijam à porta de embarque correspondente antecipadamente suficiente para passar o controle adicional de segurança que nela se realiza.

Assim mesmo, recomendamos aos Utentes reduzir ao mínimo a bagagem de mão e facturar todo o que seja possível, com o fim de evitar aglomerações nos controles e atrasos nos voos.

INFORMAÇÃO SOBRE VIAGENS A CUBA

A partir de 01 de maio de 2010, qualquer passageiro estrangeiro ou cubano residente no exterior estará obrigado, para poder entrar no país, a apresentar a documentação para provar que ter contratada uma póliza de seguro de viagem com cobertura médica (póliza ou certificado de seguro, cartão sanitário ou prova de seguro). Dita póliza tem de ser emitido por entidades seguradoras reconhecidas na ilha.

INFORMAÇÃO IMPORTANTE PARA VIAJANTES A MÉXICO

De acordo com as últimas directrizes estabelecidas pelas autoridades mexicanas, todos os viajantes devem passar pela aduana e migração no primeiro ponto primeiramente ao país. Este regulamento aplicar-se-á igualmente àqueles passageiros em trânsito que tenham facturado bagagem a seu destino final.

Esta medida supõe que aquelas pessoas com voos de conexão a outros destinos deverão recolher sua bagagem no primeiro ponto primeiramente a México e passar o controle de aduana para, posteriormente, proceder a depositar na fita de conexões.

FACTURAÇÃO ELECTRÓNICA

A efeitos da presente regulação sobre facturação electrónica, o Utente que realize uma compra dá seu consentimento expresso ao envio da factura mediante formato electrónico por parte de CentraldeVacaciones, segundo proceda. Dito envio realizar-se-á encriptado mediante uma assinatura electrónica avançada que inclui o conteúdo completo de sua factura.

Este serviço não suporá nenhum custo acrescentado para o Utente. No caso de que deseje receber um duplicado da mesma em suporte papel, o mesmo será emitido sem custo e poderá ser solicitado mediante envio de um correio electrónico à direcção CentraldeVacaciones info@centraldevacaciones.com ou mediante comunicação a CentraldeVacaciones a sua direcção sita na Rua Colón, 65 - 16002 Cuenca (Espanha).

PROPRIEDADE INTELECTUAL

Os direitos de propriedade intelectual do Sitio Site, seu código fonte, desenho, estrutura de navegação, software, bancos de dados e os diferentes elementos nela conteúdos são propriedadede CentraldeVacaciones, lhe correspondendo o exercício exclusivo dos direitos de exploração dos mesmos em qualquer forma e, em especial, os direitos de reprodução, modificação, distribuição, comunicação pública, cessão, posta a disposição e transformação.

Todas as denominações, desenhos e/ou logotipos que compõem este Sitio Site são marcas devidamente registadas. Qualquer uso indevido das mesmas por pessoa diferente de seu legítimo titular poderá ser perseguido de conformidade com a legislação vigente.

Os direitos de propriedade intelectual e marcas de terceiros devem ser respeitados por todo aquele que aceda ao Sitio Site, CentraldeVacaciones reconhece a favor de seus titulares os correspondentes direitos de propriedade industrial e intelectual, não implicando sua sozinha menção ou aparecimento no Lugar Site a existência de direitos nem de responsabilidade alguma sobre os mesmos, como também não respaldo, patrocínio ou recomendação.

Aos efeitos de preservar os possíveis direitos de propriedade intelectual, no caso de que qualquer Utente ou um terceiro considere que se produziu uma violação de seus legítimos direitos pela introdução de um determinado conteúdo no Lugar Site, deverá notificar dita circunstância a CentraldeVacaciones, indicando: 

  • Dados pessoais do interessado.
  • Titular dos direitos supostamente infringidos. Supondo que a reclamação a presente um terceiro diferente do interessado, deverá provar  a representação com a que actua.
  • Indicação dos conteúdos protegidos pelos direitos de propriedade intelectual e sua localização no Lugar Site.
  • Acreditação suficiente dos direitos de propriedade intelectual.
  • Declaração expressa na que o interessado se responsabiliza da veracidade das informações facilitadas na notificação.

FORÇA MAIOR

CentraldeVacaciones não será responsável por incumprimentos ou danos e prejuízos ocasionados como consequência das causas de força maior, caso fortuito ou coacção, incluindo, com carácter enunciativo, mas não limitante; greve, conflito trabalhista, guerra (já tenha sido declarada ou não) ou ameaça ou preparativos de guerra, invasão, revolta, ataque ou ameaça terrorista, actividades terroristas, distúrbios, disputas industriais, desastres naturais, condições climáticas adversas, furacão, terramoto, incêndio, inundação, temporal de neve, explosão, tormenta, afundamento, epidemia, impossibilidade de uso de comboios, barcos, aviões, transportes de motor ou outros meios de transporte, públicos ou privados, impossibilidade de utilizar sistemas de telecomunicações, avaria sobrevenida, acidentes de transporte, etc

ENLACES OU "LINKS" A OUTROS SITES

CentraldeVacaciones, dentro do Sitio Site, pode pôr a disposição dos Utentes conexões e enlaces a outros lugares site geridos e controlados por terceiros. CentraldeVacaciones não patrocina ou garante nenhum destes lugares Site de terceiros, os quais têm sido incluídos por conência para os Utentes. Portanto, não assume nenhum tipo de responsabilidade, nem sequer de forma indireta ou subsidiária, pelos danos e prejuízos de toda a classe que pudessem derivar do acesso, manutenção, uso, qualidade, licitud, confiabilidade e utilidade dos conteúdos, informações, comunicações, opiniões, manifestações, produtos e serviços existentes ou oferecidos nos lugares site não geridos por CentraldeVacaciones e que resultem acessíveis através do Sitio Site.

Os Utentes aceitam que CentraldeVacaciones se reserve o direito de retirar de modo unilateral e em qualquer momento e sem prévio aviso as conexões e enlaces que pudessem aparecer em seu WebSite.

CONTEÚDOS FACILITADOS PELOS UTENTES NO WEBSITE

CentraldeVacaciones não assume responsabilidade pelo conteúdo ou qualquer tipo de transmissões que os Utentes incluam em seu Lugar Site bem como entre Utentes. A responsabilidade das manifestações difundidas no Lugar Site é exclusivo de quem realizam-nas.

Fica proibido qualquer tipo de transmissão de dados que os Utentes realizem no Lugar Site ou outros acessos controlados por CentraldeVacaciones que infrinjam as práticas contrárias à boa fé, aos costumes, à moral ou à ordem pública; que infrinjam os direitos de propriedade de terceiros, os de conteúdo conteúdo ameaçador, difamatório, obsceno, pornográfico, racista, xenófobo, indecente, irreverente, ilegal; implicando um pedido de desculpas por terrorismo;, ilegais; que impliquem uma desculpas do terrorismo; que atentem contra os direitos humanos, ou a transmissão de qualquer outro material que constitua ou incite a uma conduta que possa ser considerada uma infracção penal.

Fica proibido anunciar ou oferecer em venda qualquer tipo de bens ou serviços, nem levar a cabo encuestas ou concursos, nem enviar mensagens solicitando sua reenvio em corrente.

CentraldeVacaciones, por norma geral, não revisa, nem filtra, nem aprova o conteúdo dos Utentes. Não obstante o anterior, CentraldeVacaciones reserva-se o direito a retirar qualquer conteúdo facilitado pelo Utente que seja contrário às Condições Gerais, bem como a impedir ou proibir seu acesso ao Sitio Site, todo isso a sua sozinha discrição, sem prévio aviso e sem que o Utente tenha direito a indemnização alguma.

Se o Utente cresse, em algum momento, que os conteúdos de outro Utente não cumprem com as Condições Gerais, pode o notificar a CentraldeVacaciones por correio electrónico ao Centro de Atenção ao Cliente. À recepção de qualquer notificação deste tipo, CentraldeVacaciones utilizará seus melhores esforços para eliminar de seu Lugar Site aqueles conteúdos que pudessem vulnerar as Condições Gerais.

CentraldeVacaciones cooperará, se é requerida por ordem judicial ou pelas autoridades apropriadas, na identificação das pessoas responsáveis daqueles conteúdos que infrinjam a lei.

O Utente autoriza que as imagens ou conteúdos que facilite no Lugar Site possam ser utilizados por CentraldeVacaciones, em sua totalidade ou em parte, com carácter gratuito. Todo isso com a única salvedad e limitação daquelas utilizações ou aplicações que pudessem atentar ao direito à honra, à moral e/ou à ordem pública, nos termos previstos na legislação vigente na cada país. CentraldeVacaciones se exime de responsabilidade sobre qualquer uso que possa fazer um terceiro de ditos conteúdos.

NULIDADE PARCIAL 

Devido à descentralização da função legislativa e de controle do marco jurídico que afecta à actividade que desenvolvem as agências de viagens, é possível que as Condições Gerais estejam sujeitas a diversas jurisdições ou normativas. Por isso, supondo que alguma condição das Condições Gerais fosse nula ou nulable, a validade do mesmo em seu conjunto não ficará afectada por dita circunstância.

A condição legalmente não eficaz será substituída por uma nova, ou interpretada de um modo legalmente aceitável, que seja de De acordo com o mais aproximado possível à condição que ter-se-iam formalizado de ter tido conhecimento da ineficiênciada condição em questão.

EXIGIBILIDAD 

O facto de que CentraldeVacaciones não exija numa ocasião o cumprimento pelo Utente de alguma condição das Condições Gerais, não afectará em modo algum a seu direito a exigir seu cumprimento numa ocasião posterior ou ao direito de qualquer outra parte a exigir seu cumprimento.

Qualquer renúncia por CentraldeVacaciones a qualquer dos direitos ou faculdades derivados das Condições Gerais deverá se realizar por escrito. A omissãopor CentraldeVacaciones a exigir o estrito cumprimento de qualquer condição não poderá ser considerada em nenhum caso como uma renúncia, nem privará a CentraldeVacaciones do direito a exigir posteriormente o estrito cumprimento dos mesmos.

 MENORES DE IDADE

Este sitio site está dirigido única e exclusivamente a maiores de idade pelo que se o utente é menor de idade, deve de abandonar o lugar site imediatamente sem facilitar nenhum dado pessoal ou informação relativa a tua pessoa ou a outras.

LEI E JURISDIÇÃO

Estas Condições Gerais regem-se pela lei espanhola. As partes submetem-se, a sua eleição, para a resolução dos conflitos e com renúncia a qualquer outro fuero, aos julgados e tribunais do domicílio do utente.

Plataforma de resolución de litigios en línea (ODR).

USO DE COOKIES

Nosso servidor envia ao computador do utente um ficheiro (denominado cookie). A utilização destas cookies é necessária para a prestação do serviço. Em caso que o utente tenha desativar a execução deste procedimento não será possível a prestação do serviço solicitado.

LINKS E ENLACES A TERCEIRAS PARTES

Centraldevacaciones.com realiza os máximos esforços para evitar qualquer erro nos conteúdos que pudessem aparecer neste Microsite. Centraldevacaciones não se responsabiliza daqueles conteúdos, actividades, produtos e serviços incluídos que pudessem se visualizar mediante enlaces electrónicos (links), directa ou indirectamente, através deste Microsite. Centraldevacaciones não se faz responsável pelos conteúdos das mesmos, dos tratamentos de dados que realizem ou de possíveis ilegalidades que ditas sites pudessem cometer. Por isso, deve ter presente que o acesso às mesmas é uma decisão que você, como utente, deve tomar. 

VIAGENS DE MENORES DE 18 ANOS

A instrução número 10/2019 da Secretaria de Estado de Segurança regula o procedimento para outorgar a permissão de viagem fosse do território nacional para menores, estabelece que os menores de 18 anos, não acompanhados por qualquer de seus representantes legais (pais ou tutor/é) em viagens não nacionais, precisarão além do RG ou Passaporte, uma DECLARAÇAO ASSINADA DE PERMISSÃO DE VIAGEM FOSSE DO TERRITÓRIO NACIONAL, a qual poderá ser obtida nas unidades operativas da Direcção Geral da Polícia, Policia civil, de notá-las-ias e dos Prefeitos.

TERMO DO TRATAMENTO

Se por qualquer causa Centraldevacaciones deixasse de prestar seus serviços através do Site com carácter definitivo, procederá à destruição de todos os dados armazenados, para manter a segurança e adequação a seu fim dos dados fornecidos pelo utente.

Carregando...

Nós somos os melhores avaliados por seus clientes

Com uma pontuação de 9.6 sobre 10 com base em classificações de clientes via eKomi

Nossos clientes têm sua opinião sobre sua experiência comCentraldevacaciones.com, através da plataforma eKomi externa e independente. Você quer ver o que eles pensam sobre nós?
Pontuação eKomi
9.6 /10

Cálculo de 1978 classificações

EKOMI opiniões | Centraldevacaciones.com | 22.09.20